Características dos filhos de Ossain

Características dos filhos de Ossain

DIA: Quinta-feira.

CORES: Verde e Branco.

SÍMBOLOS: Haste ladeada por sete lanças com um pássaro no topo (árvore estilizada).

ELEMENTOS: Floresta e Plantas selvagens (Terra).

DOMÍNIOS: Medicina e Liturgia através das folhas.

SAUDAÇÃO: Ewé ó!

Kó si ewé, kó sí Òrìsà, ou seja, sem folhas não há orixá, elas são imprescindíveis aos rituais do Candomblé. Cada orixá possui suas próprias folhas, mas só Ossaim (Òsanyìn) conhece os seus segredos, só ele sabe as palavras (ofó) que despertam o seu poder, a sua força.

Ossaim desempenha uma função fundamental no Candomblé, visto que sem folhas, sem a sua presença, nenhuma cerimónia pode realizar-se, pois ele detém o axé que desperta o poder do ‘sangue’ verde das folhas.

Ossaim é o grande sacerdote das folhas, grande feiticeiro, que por meio das folhas pode realizar curas e milagres, pode trazer progresso e riqueza.

È nas folhas que está à cura para todas as doenças, do corpo ou do espírito. Portanto, precisamos lutar por sua preservação, para que consequências desastrosas não atinjam os seres humanos.

A floresta é a casa de Ossaim, que divide com outros orixás do mato, como Ogum e Oxóssi, o seu território por excelência, onde as folhas crescem em seu estado puro, selvagem, sem a interferência do homem; é também o território do medo, do desconhecido, motivo pelo qual nenhum caçador deve penetrar na floresta na mata sem deixar na entrada alguma oferenda, como alho, fumo ou bebida.

Medo de que? Medo dos encantamentos da floresta, medo do poder de Ogum, de Oxóssi, de Ossaim; respeito pelas forças vivas da natureza, que não permitem a pessoas impuras ou mal-intencionadas penetrar em sua morada.

Se nela entrarem, talvez jamais encontrem o caminho de volta.

Ossaim teria um auxiliar que se responsabilizaria por causar o terror em pessoas que entram na floresta sem a devida permissão.

Aroni seria um misterioso anãozinho perneta que fuma cachimbo (figura bastante próxima ao Saci-Pererê), possui um olho pequeno e o outro grande (vê com o menor) e tem uma orelha pequena e a outra grande(ouve com a menor).

Muitas vezes Aroni é confundido com o próprio Ossaim, que, segundo dizem, também possui uma única perna.

Não se pode por isso confundir Ossaim com o Saci-Pererê, que é um personagem do folclore brasileiro.

Ossaim é orixá de grande fundamento, que possui uma só perna porque a árvore, base de todas as folha possui um só tronco.

De acordo com a história desse orixá, há uma rivalidade entre Ossaim e Orunmilá, que reflecte, na verdade, a antiga disputa entre os Oníìsegùn – mestres em medicina natural que dominavam o poder das folhas – e os Babalawó – sacerdotes versados nos profundos mistérios do cosmo e do destino dos seres, os pais do segredo.

Ossaim é um orixá originário da região de Iraó, na Nigéria, muito próxima com a fronteira com o antigo Daomé. Não faz parte, como muitos pensam, do panteão Jeje assimilado pelos Nagô, como Nana, Omolú, Oxumaré e Ewá. Ossaim é um deus originário da etnia Ioruba. Contudo, é evidente que entre os Jeje havia um deus responsável pelas folhas, e Ágüe é o seu nome, por isso Ossaim dança bravun e sató, a exemplo dos deuses do antigo Daomé.

Uma confusão latente refere-se ao sexo de Ossaim; é preciso esclarecer que se trata de um orixá do sexo masculino. Entretanto, como feiticeiro e estudioso das plantas, não teve tempo de relacionamentos amorosos.

Sabe-se que foi parceiro de Iansã, mas o controvertido relacionamento com Oxóssi, que ninguém pode afirmar se foi ou não amoroso, é o mais comentado.

Na verdade, Ossaim e Oxóssi possuem inúmeras afinidades: ambos são orixás do mesmo espaço, da floresta, do mato, das folhas, grandes feiticeiros e conhecedores dos segredos da mata, da Terra.

Características dos filhos de Ossaim

Os filhos de Ossaim são pessoas extremamente equilibradas e cautelosas, que não permitem que as suas simpatias ou antipatias interfiram nas suas opiniões sobre os outros.

Controlam perfeitamente os seus sentimentos e emoções.

Possuem grande capacidade de discernimento e são frios e racionais nas suas decisões.

São pessoas extremamente reservadas, não se metem em questões que não lhe dizem respeito.

Participam em poucas actividades sociais, preferindo o isolamento.

Elas evitam falar sobre a sua vida, sobre o seu passado, preferem manter certa aura de mistério.

Geralmente, não têm nada de mais a esconder, mas desejam manter reserva.

Pressa e ansiedade não fazem parte das suas características, pois são pessoas dadas aos detalhes e caprichosas no cumprimento das suas tarefas.

Possuem gosto por actividades artesanais que exigem isolamento e paciência; não gostam de ter chefe nem subalternos, não se prendem a horários, apreciam a independência para fazer o que gostam na hora que querem. São pessoas fascinadas com as regras e tradições, adoram questioná-las.

Possuem um gosto exacerbado pela religiosidade.

Lendas de Ossain

 

Ossain recusa-se a cortar as ervas miraculosas.

 

Ossain era o nome de um escravo que foi vendido a Orunmila. Um dia ele foi à floresta a lá conheceu Aroni, que  sabia tudo sobre as plantas. Aroni, o gnomo de uma perna só, ficou amigo de Ossain e ensinou-lhe todo o segredo das ervas.  Um dia, Orunmilá, desejoso de fazer uma grande plantação, ordenou a Ossain que roçasse o mato de suas terras.  Diante de uma planta que curava dores, Ossain exclamava: "Esta não pode ser cortada, é as erva as dores". Diante de uma planta que curava hemorragias, dizia: "Esta estanca o sangue, não deve ser cortada". Em frente de uma planta que curava a febre, dizia: "Esta também não, porque refresca o corpo". E assim por diante.

Orunmilá, que era um babalawo muito procurado por doentes, interessou-se então pelo poder curativo das plantas e ordenou que Ossain ficasse junto dele nos momentos de consulta, que o ajudasse a curar os enfermos com o uso das ervas miraculosas. E assim Ossain ajudava Orunmilá a receitar a acabou sendo conhecido como o grande médico que é. 

[ Lenda tirada do Livro Mitologia dos Orixás de Reginaldo Prandi ]

 

Ossain dá uma folha para cada Orixá.

 

Ossain, filho de Nanã e irmão de Oxumarê, Euá e Obaluayê, era o senhor das folhas, da ciência e das ervas, o orixá que conhece o segredo da cura e o mistério da vida. Todos os orixás recorriam a Ossain para curar qualquer moléstia, qualquer mal do corpo. Todos dependiam de Ossain na luta contra a doença. Todos iam à casa de Ossain oferecer seus sacrifícios. Em troca Ossain lhes dava preparados mágicos: banhos, chás, infusões, pomadas, abô, beberagens.

Curava as dores, as feridas, os sangramentos; as disenterias, os inchaços e fraturas; curava as pestes, febres, órgãos corrompidos; limpava a pele purulenta e o sangue pisado; livrava o corpo de todos os males.

Um dia Xangô, que era o deus da justiça, julgou que todos os Orixás deveriam compartilhar o poder de Ossain, conhecendo o segredo das ervas e o dom da cura. Xangô sentenciou que Ossain dividisse suas folhas com os outros Orixás. Mas Ossain negou-se a dividir suas folhas  com os outros Orixás. Xangô então ordenou que Iansã soltasse o vento e trouxesse ao seu palácio todas as folhas das matas de Ossain para que fossem distribuídas aos Orixás. Iansã fez o que Xangô determinara. Gerou um furacão que derrubou as folhas das plantas e as arrastou pelo ar em direção ao palácio de Xangô. Ossain percebeu o que estava acontecendo e gritou: "Euê Uassá!".

"As folhas funionam!"

Ossain ordenou às folhas que voltassem às suas matas e as folhas obedeceram às ordens de Ossain. Quase todas as folhas retornaram para Ossain. As que já estavam em poder de Xangô perderam o Axé, perderam o poder da cura.

O Orixá Rei, que era um orixá justo, admitiu a vitória de Ossain. Entendeu que o poder das folhas devia ser exclusivo de Ossain e que assim devia  permanecer  através dos séculos. Ossain, contudo, deu uma folha para cada Orixá, deu uma euê para cada um deles. Cada folha com seus axés e seus efós, que são as cantigas de encantamento, sem as quais as folhas não funcionam. Ossain distribuiu as folhas aos orixás para que eles não mais o invejassem. Eles também podiam realizar proezas com as ervas, mas os segredos mais profundos ele guardou para si. Ossain não conta seus segredos para ninguém, Ossain nem mesmo fala. Fala por ele seu criado Aroni. Os Orixás ficaram gratos a Ossain e sempre o reverenciam quando usam as folhas.

[ Lenda tirada do Livro Mitologia dos Orixás de Reginaldo Prandi ]

 

Como Òsanyìn descobre o nome das folhas.

     Òrúnmílá dá a Òsanyìn o nome das plantas.

     Ifá foi consultado por Òrúnmílá que estava partindo da terra para o céu e que estava indo apanhar todas as folhas. Quando Òrúnmílá chegou ao céu Olódùmaré disse, eis todas as folhas que queria pegar o que fará com elas ?

     Òrùnmílá respondeu que iria usá-las, disse que, iria usá-las para beneficio dos seres humanos da Terra. Todas as folhas que Òrunmílá estava pegando, Òrúnmílá carregaria para a Terra.

     Quando chegou à pedra Àgbàsaláààrin ayé lòrun (pedra que se encontra no meio do caminho entre o céu e a terra) Aí Òrúnmílá encontrou Òsanyìn no caminho.

     Perguntou: Òsanyìn onde vai?

     Òsanyìn disse; "Vou ao céu, disse ele, vou buscar folhas e remédios".

     Òrúnmílá disse, muito bem, disse, que já havia ido buscar folhas no céu, disse, para benefício dos seres humanos da terra. Disse, olhe todas essas folhas, Òsanyìn pode apenas arrebatar todas as folhas. Ele poderia fazer remédios (feitiços) com elas porém não conhecia seus nomes.

     Foi Òrúnmílá quem deu nome a todas as folhas. Assim Òrúnmílá nomeou todas as folhas naquele dia.

     Ele disse, você Òsanyìn carrega todas as folhas para a terra, disse, volte, iremos para terra juntos.

     Foi assim que Òrúnmílá entregou todas as folhas para Òsanyìn naquele dia. Foi ele quem ensinou a Òsanyìn o nome das folhas apanhadas.

[ Lenda tirada do Livro Mitologia dos Orixás de Reginaldo Prandi ]

 

Digite na caixa de pesquisa abaixo o que deseja encontrar no Site

Agradecemos sua visita Volte sempre....

Traduzir Esta Página

Endereço

Av. Dona Sofhia Rasgulaeff  177.
Jardim Alvorada/ Maringá /Paraná
Telefone:
(44) 3034-5827 (44) 99956-8463
Consultas Somente com Hora Marcada.
Atendimento: de Segunda a sexta-feira
Das 09:00 as 19:00 horas.
Não damos consultas:

 via whatsapp ou via E-mail.



Mapa google

"Que Ogum te Abençoe hoje e sempre".


Os textos apresentados na sua maioria foram retirados , da internet. Esse é um espaço onde colocamos diversos pensamentos e o nosso principal objetivo é a divulgação da nossa Umbanda. Quando algum texto for de autoria do Centro Pai João de angola, o responsável será indicado; da mesma forma que fazemos com outros autores que não têm vínculos com a nossa casa... Comunicado Importante: Este é um Site totalmente gratuito, sem fim comercial ou lucrativo. Algumas imagens e informações provêm de outros sites na internet. Caso você seja o detentor do Copyright de qualquer uma delas, e deseje que ela seja retirada, por favor, é só nos mandar uma mensagem citando o nome e a localização para sua remoção imediata. Não temos o objetivo de nos apropriar de informações alheias tomando-as como nossa, pelo contrário, sempre que possível, colocaremos o nome do autor abaixo do título para deixar bem claro que a intenção é de divulgar a Umbanda através de textos bem elaborados e esclarecedores. Saiba que o Centro Pai João de Angola está isento de qualquer responsabilidade.


ossaim3.mp3

Ao mestre com carinho

Oração a Pai João de Angola

Ogum

Oxum

Yansã

oracões

Xangô

Yemanjá

Oxossi

Oxalá

Oxumarê

Preto-velhos

Caboclos

Boaideiros na Umbanda

Baianos na Umbanda

Marinheiros

Pomba Gira

Maria Padilha

Oração de exu

Banhos de descarregos

Pontos Riscados de Exu

História de Rei Congo

Maria Redonda

Pontos Cantados diversos

Pontos Cantados Orixás

Galeria de Videos

Mensagem do Sr. Zé Pilintra

Pai José da Guiné

Exu Capa Preta

Exu 7 encruzilhadas

Exu Morcego

Mensagem de Pai joão de Angola

Histórias de Vovó Luiza

Atribuição dos Preto-velhos

Ogum Rompe Mato

Ogum Yara

A história de vovó Benedito

Oferenda de Oxum

Oferenda a Xangô

Oferenda de Ogum

Oferenda de oxossi

A Mediunidade, os orixás e os caboclos

Orações Diversas

Os filhos de Omulu

Mensagens de Natal

Porque os exus riem

Cigano Pablo

Cigana Esmeralda

Mensagem de Ogum

Altar virtual

Altar Virtual dos Orixás

Altar dos Preto-velhos

Altar de Nossa Senhora

Altar de ogum

Altar de Oxum

Altar de Exu

Videos de preto-velhos

Descubra o seu Orixá

Livro de Visitas

Livro de Visitas 2

10 erros cometidos por médiuns

A tristeza dos Orixás

Altar na umbanda

Amor palavra de ordem na gira

As falanges de trabalhos na umbanda

Assistência

Atitudes interiores

Bandeira branca de Oxalá

Cantos e palmas num terreiro

Como acontece a gira

Como ler ouvir observar e saber se aquilo é certo

Conduta Moral

Conduta no terreiro de umbanda

Conflitos

Conflitos Familiares

Cores e a umbanda

Cumprimentos e posturas

De olho Fechados

Deus não te Fez para sofrer

Deus salve a Umbanda

O dia de Finados na Umbanda

ELEMENTOS DO TERREIRO DA UMBANDA

Entendendo a inveja

ESPIRITUALIDADE E CONSCIÊNCIA

Expressões usadas na Umbanda

Exu não é fofoqueiro

Exu não é o diabo

Falta de doutrina e comprometimento

Faz caridade fio

Faz o bem sem ver a quem

Fumos e Bebidas

Fundamentação doutrinátoria

Guias e Colares

Hierarquia na Casa de Umbanda.

Humildade

Jogaram uma carga pesada pra cima de mim

Linha de Esquerda: "Exu e ´Pomba-Gira"

Mediunidade na Umbanda

Mediunidade, um passo de cada vez

Mensagem de Caboclo 7 Flexas

MIRONGA DE PRETO VELHO

NÃO ABANDONES O TEU POSTO DE SERVIÇO

Normas dos terreiros

Nossos Umbigos

O maior inimigo da Umbanda

O pequeno universo do umbandista

O Perdão Não tem Contra-indicação

O templo que vos acolhe

OBRIGAÇÕES NA UMBANDA

Obrigado, vovô

Oração do umbandista

Orixá de Cabeça

Os Caboclos na Lição de Pai João

Os médiuns são Parceiros

Os Orixás se Manifestam em Nós e Através de Nós!

Os perigos e conseqüências da mediunidade mal orientada

Página inicial textos de Umbanda

Clique aqui.


Deste Site

Pai João de Angola
  • Ogum vencedor de Demanda
  • Fundamentos
  • Orações
  • Oxum
  • As pombas giras
  • Maria Padilha
  • Comida de Santo
  • Cosme e Damião
  • Giras de Umbanda
  • Homenagem a Zé Pilintra
  • Xangô senhor da Justiça
  • Yemanjá
  • banho de descarrego
  • Simpatias Diversas
  • Guias Contas e colares
  • Defumações
  • Batismo na Umbanda
  • Conselhos de Preto velhos
  • Escrava Anastácia
  • Marinheros na Umbanda
  • Pai Benedito
  • Homenagem a Tranca Rua
  • Baiano zé do Coco
  • Obá
  • Descarrego de Polvora
  • Ciganos na Umbanda
  • Sara Kali
  • Oxossi
  • Oxumarê
  • Preto-velho na Umbanda
  • Cabocla Jurema
  • Omulu-Obaluaie
  • Altar Virtual
  • Mãe Maria Conga
  • Boiadeiros na Umbanda
  • Descubra seu Orixá
  • Altar Virtual de exu
  • Altar Virtual dos Orixás
  • batizando-na-umbanda
  • Ossãim
  • O que è Caridade
  • Ogum em video
  • Caboclo boiadeiro
  • Ser Médium
  • Pontos e videos de defumação
  • Caboclos na Umbanda
  • Como acontece a Gira
  • reflexão em Videos
  • Conduta moral
  • Anjo da Quarda
  • Curiosidades
  • Intolerância Religiosa
  • Mediunidade
  • Corrente mediunica
  • Orações 2
  • tronqueira
  • Mensagens em slaides
  • Casamento na Umbanda
  • pontos cantados 2
  • Oxalá
  • Sincretismo religioso
  • Caracteristicas dos filhos
  • Altar dos Preto-velhos
  • Exu
  • Umbanda
  • Quimbanda
  • Orações das almas
  • hierarquia na umbanda
  • Livre se da Depressão
  • Reflexões
  • 7 chaves da Felicidade
  • Mensagens Espiritas
  • Tia maria de Minas
  • Minutos de sabedoria
  • Exus e pombas Giras
  • Mensagens de Otimismo e Fé
  • Convite aos Umbandistas
  • 13 de Maio
  • Combatendo o alcoolismo
  • Recomeçar de Novo
  • Superando as Percas
  • Perdoar a si mesmo
  • Decepções
  • Conceito Básico
  • Zumbi dos Palmares
  • Maria Bueno
  • Mini Série Oxum
  • Reconciliação
  • indiferença
  • desencarnar
  • Pontos Mp3 Orixás
  • O Médico dos médicos
  • Livro de Visitas
  • Corrente de Orações
  • Mensagem de Tranca-Rua
  • Conflitos Familiares
  • Amor e Ódio
  • Exu tiriri
  • Um abraço fraterno
  • Prece Aos Caboclos
  • O que Falta na umbanda
  • Mensagem de Vovó Maria Conga
  • Lições de sabedoria
  • Ajudar faz Bem
  • A umbanda que eu amo
  • Preto-velho x Exu
  • Frustrações
  • Batendo cabeça
  • Aprenda a Dizer Não
  • Insatisfação com a Vida
  • Oferenda de Marinheiro
  • Conselhos aos casais
  • Vovó Benta
  • Pai Cipliano
  • O Uso das velas
  • O luxo na Umbanda
  • Salmos Recomendados
  • Yansã
  • Pontos Riscados
  • Como combater a Inveja
  • Nanã de Buroque
  • Pai Guiné
  • Pai Tomé
  • Pai Antônio
  • Prece aos Orixás
  • Altar de Nossa senhora
  • Altar Virtual de Ogum
  • Altar Virtual de Oxum
  • Livro de Visitas 2
  • Ao mestre com carinho
  • Sabedoria de preto-velho
  • Fofocas no terreiro
  • Histórias de Preto velho
  • Aos médiuns da corrente
  • Orixá logum edê
  • História de Vó Cambinda
  • Pai Serafim de Aruanda
  • Pontos Cantados
  • Página inicial
  • descubra seu orixá
  • Assuntos Diversos
  • Oferendas de Exu
  • Oferendas para os Orixás
  • Pomba Gira Cigana
  • Oferendas a Yansã
  • Exu do lodo
  • EXU TATÁ CAVEIRA
  • Povo da Rua
  • Exu serpente
  • Exu Mangueira
  • Oração a Exu chama dinheiro
  • Exu Veludo
  • Oferenda para os preto-velhos
  • Oferenda de Boiadeiros
  • Oferenda ao Caboclo boiadeiro
  • Oferendas Básicas Umbandistas
  • banhos de abertura de caminho
  • Benzimentos
  • Caixa de Pesquisa do site
  • DICIONARIO DE UMBANDA
  • pai-Jeronimo
  • Religiões linhas sagradas
  • oferenda-de-ogum
  • Oferenda de Iemanjá
  • Ogum beira mar
  • Vovo Antonieta da Bahia
  • BARÁ
  • As águas de oxalá
  • Banhos Ciganos
  • Em sintonia com Deus
  • Lendas de Omulu
  • Lendas de Omulu
  • Caboclo pedra Roxa
  • Mensagem de Caboclos
  • Seu Zé Pilintra
  • Oferendas umbanda
  • Padê de Exu
  • Oração a Marinheiros na umbanda
  • Tudo sobre os filhos de Oxossi
  • Encruzilhadas de Ruas
  • Banhos de ervas
  • Lendas de Oxum
  • Prece a Zé Pilantra
  • Oração a santa Sara Kalli
  • Banho de defesa espiritual
  • Nossa Senhora da Conceição
  • Médium e guia
  • Características dos filhos de Ogum
  • Características dos Filhos de Oxum
  • Características dos filhos de Oxalá
  • Características dos filhos de Yansã
  • Características dos filhos de Omulu
  • Ervas e Orixás