Combatendo o alcoolismo

Combatendo o alcoolismo.

"Deus sempre coloca o Remédio ao lado Mal."

O objetivo deste site desde o inicio de sua criação foi ajudar de alguma forma aqueles que sofrem.

Conhecemos um remédio eficás:
" Fé em Deus, amor ao próximo e ação".
Nosso objetivo é fazer você saber o que é o Alcoolismo.
O que fazer .
A onde recorrer.
E como ajudar.

O Alcoolismo cria uma dependência química, é muito difícil um alcoólatra sair do vicio sozinho, o apoio da família é muito importante.

Oração para alcoolismo

Meu Deus, a minha fé se firma no poder superior de Vossa Divindade. O Vosso poder contrasta com a minha fraqueza. Basta um copo de bebida para me derrotar e humilhar ! O pior é que a minha doença envergonha e faz sofrer toda a minha família...
Meu Deus, ajudai-me e socorrei-me !
Que a Vossa bondade infinita perdoe os meus fracassos; a Vossa graça levante a minha vontade e me torne capaz de vencer a tentação do álcool.
Nossa Senhora, refúgio dos pecadores, e consoladora dos aflitos, rogai por mim e por todos os alcoólatras.
Amém.

Libertando do Alcoolismo

Arquivado em: Oração de Libertação contra o Alcoolismo — Padre Vagner Baia at 5:43 pm on segunda-feira, novembro 9, 2009

Pai querido, hoje me coloco nas tuas mãos… Como gostaria de poder nascer de novo, de voltar no ventre de minha mãe e ser uma nova criança livre deste mal que me atormenta por todo este tempo.

Quero hoje te pedir em súplicas e lágrimas por tudo que tenho passado por causa deste vício maldito

do alcoolismo, que entrou na minha vida de uma forma tão simples e tão sorrateira e vindo arruinar a minha vida.

Como tenho me sentido inútil nesta situação, tem dias que gostaria de ter a força e o poder de Jesus para me livrar desta escravidão tão terrível que me atormenta dia e noite, mesmo quando estou dormindo, não me da sossego, é como que minha vida tivesse um único sentido beber e nada mais.

Pai querido, sei que muito dessas dependências pode ter vindo pelo sangue dos meus antepassados, seja dos meus a avos, meus pais e eu acabei alimentado-me desta desgraça, e ela entrou em minha vida e foi desencadeando esta força maligna e destruidora como uma erva daninha que se aloja dentro de nos.

Sei que sozinho não sou capaz, mesmo com ajuda de meus familiares, com os conselhos de meus amigos e de muitas pessoas que gostam de mim, me sinto incapaz de vencer este mal…

Quero hoje experimentar nascer de novo, como tu disse a Nicodemos, é preciso nascer de novo, pela água e pelo Espírito Santo, se é esta graça que eu preciso clama Ti agora, vem água redentora de Jesus que jorrou do seu peito na cruz inebriar-me, lavando-me por inteiro, todo meus neurônios afetados pelo álcool, toda causa da dependência seja ela genética, ou mesmo de comunicação genética, seja meu metabolismo, meu paladar, olfata, minha visão que só me faz ver a bebida, vem fogo do espirito santo queimando em mim e fazendo toda terapia e quimioterapia no meu sangue contaminado pelo álcool.

Quero hoje também em nome de Jesus perdoar a cada pessoa que me estimulou a beber, que me levou para o vício, os que pagaram bebidas para mim, os que me deram em festas ainda quando pequeno, quando não tinha ainda consciência deste mal, seja os meus familiares que levaram bebidas para minha casa e aquilo me estimulou a fazer oque eles faziam, quero perdoar a mim mesmo por ter aceitado compassivamente a beber, seja por causa da minha timidez, por causa das minhas rejeições, seja por causa de minhas inferioridades, seja por causa de meus medos, seja para buscar estímulos para minhas fraquezas , vem Jesus com seu sangue redentor me lavando a cada uma dessas áreas de minha vida, preciso mais do que nunca ser livre deste mal e desta doença tão angustiante.

Quero te pedir Jesus, assim como tu fostes livres e não te deixastes escravizar por nada deste mundo, da-me deste tua graça , da-me da tua força que foi capaz de resistir a estas tentações tão estimulante em nossa vida, lava-me Jesus todo meu inconsciente, consciente, que foi gravando esta necessidade, este estimulo em meu celebro para que ele processa esta necessidade, eu preciso Jesus ser livre em cada área de minha vida, não posso continuar depende mais deste vício tão maldito que esta me destruído toda minha capacidade seja intelectual, emocional, espiritual, tudo esta sendo afetado hoje em dia em minha vida, vem Jesus com teu poder me libertar, eu permito tua cura em minha vida…

Senhor , quero te pedir perdão, pelas vezes que dominado pelo álcool, fui motivo de escanda-lo para minha família, pelas vezes que cai por terra, fiquei estirado nas ruas, nos bares, nas festas como se fosse um resto humano desfigurado, as vezes cai no meu próprio vomito, sujo e desfigurado, pelas vezes que briguei, fui causa de violência e perturbei as outras pessoas com palavrões e ofensas, que perdi meus empregos e que as únicas pessoas que valorizei foi os que bebiam comigo, perdoa-me Senhor que eu fiz meu corpo templo de Deus um templo de álcool…liberta-me desta desfiguração humana…

Senhor clamo o teu perdão, por tudo que joguei fora, seja meu salario, meus bens, meu emprego, as amizades que perdi, meus familiares que não me suportam mais, nem mesmo olhar para mim, outros me vêem como um resto, um nada ou como alguém que só causa problemas e sofrimentos…liberta-me Senhor desta maldição e não quero que nada disso vá para para a minha progenitura, vem me curando desta mal e me lavando com seu sangue….

Senhor, olhe com misericórdia por mi e por este vício maldito, porque muitas vezes que me pediram para internar-se, para ir a um tratamento, eu rejeitei e briguei, ofendi a cada pessoa que me ofereceu socorro, que não tive coragem de lutar contra este v´cio, que me acomodei com ele, vem Senhor com teu poder me dar coragem agora e me reanimar para recupera este tempo perdido no alcool

Tenha compaixão de mim, porque me senti incapaz, para a minha vida afetiva, minha vida sexual, para meus relacionamentos de trabalho, para minha vida de oração, de ir a Igreja e até mesmo pensando em morrer bebendo e o vejo que isto não me leva a nada, liberta-me destes pensamento e deste sentimentos que me atormento meu interior…lava-me Jesus com teu sangue…

Sei Senhor, que através desta oração, Tu esta me acolhendo no seu amor restaurado e me fazendo renascer de novo pela força do Espirito Santo, e sei que isto vai exigir de mim muito, até mesmo as se for necessário me internar em numa clínica, ou ter quer freqüentar um grupo de ajuda, o AA, um grupo de oração, quero mês esforçar , por isso clamo teu poder, tua fortaleza para que eu não desanime mesmo que eu posso recair um dia, sei que esta não é a tua vontade, e já te agradeço por toda esta cura que o Senhor faz em mim…. me lavando, me purificando de todo mal que o alcoolismo fez em mim…louvado seja teu nome e o teu poder em minha vida, agora a minha vida te pertence e quero ser um homem novo…Amem!!!!!

Oração do alcoólatra

Ó Santo Onofre, que pela fé, penitência e força de vontade vencestes o vício do álcool, concedei-me a força e a graça de resistir à tentação da bebida. Livrai de vício, que é uma verdadeira doença, também os meus familiares e os meus amigos.

Abençoai os "Alcoólicos Anônimos" para que conservem firme o seu propósito de viverem afastados da bebida e de ajudar os seus semelhantes a fazer o mesmo.

Virgem Maria, mãe compassiva dos pecadores, socorreio-nos!

Santo Onofre, rogai por nós!

Segundo uma tradição, Santo Onofre era de estirpe real.

Era dado ao vício da bibida; mas com fé em Deus, com muita penitência e força de vontade, venceu o vício e tornou-se ermitão em Tebaida, no Egito.

É invocado para pedir ajuda no vício de álcool.

clique no link abaixo e conheça as consequências:

Alcoolismo e Abuso de Álcool

Confie sempre que tudo é possivel para aqueles que tem fé.
Ajude aqueles que não consegue se levantar sozinho.
estenda sua mão.

A indiferença mata, se todos lavarem as mãos, e ninguém fizer nada pra ajudar o seu próximo.
O que podemos esperar daquele que disse:
" amarás o teu próximo como a ti mesmo"

Que  Jesus e sua imensa falange de trabalhadores do Bem.
Anjos, Santos,guias protetores, Orixás.
derrame sobre você e sua familia, as mais ricas Bênçãos.
E ajude aqueles que estão ao seu lado a se libertar do Vicio do Alcoolismo.
Axê.
Pra você que acabou de ver essa Página e graças a Deus não tem nenhum parente, amigo ou conhecido vivendo esse trama, peço que tire alguns minutos de seu tempo e faça uma prece sincera e espontânea a jesus.
No sentido de enviar forças e luz aos que precisam de forças pra se libertar do Vicio.
 Um abraço fraterno.

Digite na caixa de pesquisa abaixo o que deseja encontrar no Site

Agradecemos sua visita Volte sempre....

Visite nosso site clique aqui

Traduzir Esta Página

Endereço

Av. Dona Sofhia Rasgulaeff  177.
Jardim Alvorada/ Maringá /Paraná
Telefone:
(44) 3034-5827 (44) 99956-8463
Consultas Somente com Hora Marcada.
Atendimento: de Segunda a sexta-feira
Das 09:00 as 19:00 horas.
Não damos consultas:

 via whatsapp ou via E-mail.



Mapa google

"Que Ogum te Abençoe hoje e sempre".

Deus_do_impossivel.mp3


Caboclo Boiadeiro

O caboclo boiadeiro está ligado com a imagem do peão boiadeiro - habilidoso, valente e de muita força física. Vem sempre gritando e agitando os braços como se possuísse na mão, um laço laço para laçar um novilho. Sua dança simboliza o peão sobre o cavalo a andar nas pastagens. Enquanto os "caboclos índios" são quase sempre sisudos e de poucas palavras, é possível encontrar alguns boiadeiros sorridentes e conversadores. Os Boiadeiros vêm dentro da linha de Oxossi. Mas também são regidos por Iansã, tendo recebido da mesma a autoridade de conduzir os eguns da mesma forma que conduziam sua boiada quando encarnados. Levam cada boi (espírito) para seu destino, e trazem os bois que se desgarram (obsessores, quiumbas, etc.) de volta ao caminho do resto da boiada (o caminho do bem).
Os Caboclos são entidades fortes, viris. Alguns têm algumas dificuldades de se expressar em nossa língua, sendo normalmente auxiliados pelos cambonos. São sérios, mas gostam de festas e fartura. Gostam de música, cantam toadas que falam em seus bois e suas andanças por essas terras de meu Deus. Os Boiadeiros também são conhecidos como "Encantados",pois segundo algumas lendas, eles não teriam morrido para se espiritualizarem, mas sim se encantados e transformados em entidades especiais. Os Boiadeiros também apresentam bastante diversidade de manifestações. Boiadeiro menino, Boiadeiro da Campina, Boiadeiro Bugre e muitos outros tipos de Boiadeiros, sendo que alguns até trabalham muito próximos aos Exus. Suas cantigas normalmente são muito alegres, tocadas num ritmo gostoso e vibrante. São grandes trabalhadores, e defendem a todos das influências negativas com muita garra e força espiritual. Possuem enorme poder espiritual e grande autoridade sobre os espíritos menos evoluídos, sendo tais espíritos subjugados por eles com muita facilidade. Sabem que a prática da caridade os levará a evolução, trabalham incorporados na Umbanda, Quimbanda e Candomblé. Fazem parte da linha de caboclos, mais na verdade são bem diferentes em suas funções. Formam uma linha mais recente de espíritos, pois já viveram mais com a modernidade do que os caboclos, que foram povos primitivos. Esses espíritos já conviveram em sua ultima encarnação com a invenção da roda, do ferro, das armas de fogo e com a prática dada magia na terra. Saber que boiadeiros conheceram e utilizaram essas invenções nos ajuda muito para diferenciarmos dos caboclos. São rudes nas suas incorporações, com gestos velozes e pouco harmoniosos. Sua maior finalidade não é a consulta como os Pretos-velhos, nem os passes e muito menos as receitas de remédios como os caboclos, e sim o "dispersar de energia" aderida a corpos, paredes e objetos. É de extrema importância essa função pois enquanto os outros guias podem se preocupar com o teor das consultas e dos passes, existe essa linha "sempre" atenta a qualquer alteração de energia local (entrada de espíritos). Quando bradam altoe rápido, com tom de ordem, estão na verdade ordenando a espíritos que entraram no local a se retirar, assim "limpam" o ambiente para que a prática da caridade continue sem alterações. Esses espíritos atendem aos boiadeiros pela demonstração de coragem que os mesmos lhes passam e são levados por eles para locais próprios de doutrina. Em grande parte, o trabalho dos Boiadeiros ''e no descarrego e no preparo dos médiuns. Os fortalecendo dentro da mediunidade, abrindo a portas para a entrada dos outros guias e tornando-se grandes protetores, como os Exus. Outra grande função de um boiadeiro é manter a disciplina das pessoas dentro de um terreiro, sejam elas médiuns da casa ou consulentes. Costumam proteger demais seus médiuns nas situações perigosas. São verdadeiros conselheiros e castigam quem prejudica um médium que ele goste. "Gostar" para um boiadeiro, é ver no seu médium coragem, lealdade e honestidade, aí sim é considerado por ele "filho". Pois ser filho de boiadeiro não é só tê-lo na coroa. Trabalham também para Orixás, mais mesmo assim, não mudam sua finalidade de trabalho e são muito parecidos na sua forma de incorporar e falar, ou seja, um boiadeiro que trabalhe para Ogum é praticamente igual a um que trabalhe para Xangô, apenas cumprem ordens de Orixás diferentes, não absorvendo no entanto as características deles. Dentro dessa linha a diversidade encontra-se na idade dos boiadeiros. Existem boiadeiros mais velhos, outros mais novos, e costumam dizer que pertencem a locais diferentes, como regiões, por exemplo: Nordeste, Sul, Centro-Oeste, etc... Os Boiadeiros representam a própria essência da miscigenação do povo brasileiro: nossos costumes, crendices, superstições e fé.Xeituá Caboclo Boiadeiro



O Caboclo Sultão das Matas é Um Pai muito dedicado com seus filhos, Chefe que comanda e orienta seus filhos ao caminho de luz e verdade como nossa amada Umbanda. O grito da onça no pé da jurema. Chegou Pai Sultão. Vestido de pena. Vestido pena de penas douradas. Chegou pai Sultão. Com a onça pintada... O Sultão não veste roupa... Sultão das matas só anda é nu... Sultão das matas não tem panela... Sultão das Matas só come é cru... EU MATO SEM FAZER SANGUE, ENGULO SEM MASTIGAR, CHAMO-ME SULTÃO DAS MATAS, NÃO NEGO MEU NATURAL. AÊ AÊ SULTÃO DAS MATAS, SULTÃO QUEM TE CHAMOU FOI EU, A ONÇA SÓ TEVE MEDO, FOI DO GEMIDO QUE SULTÃO DEU. QUANDO EU VINHA DA MINHA ALDEIA, ARRASTANDO MINHA PERCATA, NA CHEGADA DESSA CASA, CABOCLO VELHO É SULTÃO DAS MATAS. SULTÃO, SULTÃO, MAIS O REI DOS CABOCLOS E SULTÃO, SULTÃO, SULTÃO, MAIS O REI DOS CABOCLOS E SULTÃO SULTÃO DAS MATA É UM CABOCLO BOM SÓ VEM NA ALDEIA SE MANDA CHAMAR E LÁ NA MATA TEM UM LUZ PARA SULTÃO DAS MATAS SE ILUMINAR CABOCLO ROMPE MATA FURA ABELHA E BEBE O MEL NÃO MEXE COM SUTÃO QUE NÃO SABE ELE QUEM É NA MINHA ALDEIA TEM COBRA PRETA NA MINHA ALDEIA TEM JARACUÇU EU BOTEI O MEU JOELHO NO CHÃO DEI UM GRITO BEM ALTO EU SOU O REI SULTÃO.


O grito da onça no pé da jurema.
Chegou Pai Sultão.
Vestido de pena.
Vestido pena de penas douradas.
Chegou pai Sultão.
Com a onça pintada...


O Sultão não veste roupa...
Sultão das matas só anda é nú...
Sultão das matas não tem panela...
Sultão da Matas só come é cru...



EU MATO SEM FAZER SANGUE,
ENGULO SEM MASTIGAR,
ME CHAMO SULTÃO DAS MATAS,
NÃO NÉGO MEU NATURAL.


AÊ AÊ SULTÃO DAS MATAS,
SULTÃO QUEM TE CHAMOU FOI EU,
A ÔNÇA SÓ TEVE MEDO,
FOI DO GEMIDO QUE SULTÃO DEU.


QUANDO EU VINHA DA MINHA ALDEIA,
RASTANDO MINHA PERCATA,
NA CHEGADA DESSA CASA,
CABOCLO VELHO É SULTÃO DAS MATAS.


SULTÃO, SULTÃO,
MAIS O REI DOS CABOCLOS E SULTÃO,
SULTÃO, SULTÃO,
MAIS O REI DOS CABOCLOS E SULTÃO

SUTÃO DAS MATA É UM CABOCLO BOM
SÓ VEM NA ALDEIA SE MANDA CHAMAR
E LÁ NA MATA TEM UM LUZ
PARA SUTÃO DAS MATAS SE ILUMINAR

CABOCLO ROMPE MATA
FURA ABELHA E BEBE O MEL
NÃO MEXE COM SUTÃO
QUE NÃO SABE ELE QUEM É

NA MINHA ALDEIA TEM COBRA PRETA
NA MINHA ALDEIA TEM JARACUÇU
EU BOTEI O MEU JOELHO NO CHÃO
DEI UM GRITO BEM ALTO EU SOU O REI SUTÃO.






Caboclo Sultão Das Matas


Aê ! Sultão ! Quem Lhe Chamou Foi Eu! (2x)
A Onça Tremeu Com O Grito Que O Sultão Deu! (2x)
A Onça Fugiu Quando O Sultão Chegou!


No Mar Ele É Remador!
Nas Matas Ele É Caçador!
Quem É... Quem É...
Ele É O Seu Oxóssi De Jesus De Nazaré!


Caboclo Gira Mundo

Quando Ele Vem Lá Do Oriente
Ele Vem Com Ordem Suprema!
A Sua Missão É Muito Grande
Espalhar A Caridade E Seus Filhos Abençoar!
Oi Saravá Mamãe Oxum!
Saravá Pai Oxalá!
Oi Saravá Seu Gira Mundo!
Ele É Nosso Chefe E Dono Deste Jacutá!


Caboclo Pena Verde

Ele Veio Da Sua Mata!
Veio De Saravá O Gongá!
Sua Suna É Pena Verde
Aqui E Em Qualquer Lugar!

Eu Vi Meu Pai Assobiar!
Eu Já Mandei Chamar!
É Na Aruanda Ê! É Na Aruanda Á!
Seu Pena Verde De Umbanda
Aqui Vai Chegar!


Caboclo Flecheiro

Uma Flecha Zuniu No Ar
Quem Seria Tão Forte Arqueiro?
Quando Estrela Brilhou Na Mata Virgem
Pude Ver O Caboclo Flecheiro!


Linda Barquinha Nova
Que Vem Do Mar De Lisboa!
Nossa Senhora Vem Dentro
Seu Flecheiro Vem Na Proa!


O Seu Flecheiro Passeava Na Jurema
Estrela D'alva Iluminava A Mata Virgem!
Águas De Oxum Corriam Na Cachoeira
Saravá Meu Pai Flecheiro!
É Cassuté Da Lei Suprema!


Caboclo Araribóia

Estava Em Plenas Matas Quando Tudo Escureceu
Trovejou Lá No Céu, Mas Chover Não Choveu!
Eu Me Perdi, Seu Araribóia Me Achou
Com Sua Flecha De Ouro, Meu Caminho Ele Guiou!
O Vento Soprava Forte E Para O Céu Ele Olhou
E Dando Um Brado Mais Forte A Mata Clareou!
A Mata Clareou, A Mata Clareou! (2x)
Saravá Araribóia, Nosso Mestre E Protetor!
Quem Anda Com Esse Caboclo Não Se Perde, Não Senhor!
A Mata Clareou, A Mata Clareou! (2x)
Ele É Araribóia, Nosso Mestre De Instrução
Eu Ando Com Este Caboclo Dentro Do Meu Coração!
A Mata Clareou, A Mata Clareou! (2x)


Um Assovio Passou Na Mata Virgem
Anunciando Que Raiava O Dia!
Uma Linda Flecha Riscou O Firmamento, Lá Bem Alto
Do Bodoque De Araribóia Ela Zunia
Seu Penacho É Todo Feito De Estrelas
Seu Bodoque E Sua Flecha De Indaiá!
Saravá Seu Araribóia Nesta Banda
Ele É Nosso Mestre, Nosso Guia, Saravá!


Caboclo Urubatão

Eu Vi Um Caboclo
Lá Na Ribanceira!
Era Urubatão
Chefe Dos Peles-Vermelhas!


Estrela Matutina
Clareia O Mundo Sem Parar!
Estrela Clareou A Nossa Banda
Estrela Clareou Nosso Gongá!
Estrela Que Ilumina Urubatão!
Estrela Que Vem Lá Do Juremá!


Caboclo Ubirajara

Enquanto A Virgem Caminhava
Seu Ubirajara Acompanhava
Um Rosário Ela Rezou
Minhas Forças Tú Terás
Tú Terás Peito De Aço
Tuas Flechas Vencerão!


Corta A Língua, Corta Mironga!
Corta A Língua De Falador!
Aonde Ele Pisa Não Há Embaraço!
Ele É Ubirajara, Do Peito De Aço!


Meu Deus, Que Penacho É Aquele?
É Um Penacho De Arara!
Quando Rompe A Mata Virgem
É O Caboclo Ubirajara!


Ele É Um Caboclo Valente!
Seu Penacho É De Penas De Arara!
Ele Vem Pra Ajudar Seus Filhos
Que Confiam Em Seu Ubirajara!
Auê Auê Só Ele Passa
Por Onde Eu Não Passo!
Auê Auê Ubirajara Do Peito De Aço!

Caboclo Sete Estrelas

Sete Estrelas É Caboclo No Céu
Sete Estrelas É Caboclo Na Terra!
Ele Não Desce Do Céu Sem Coroa
Nem Sem A Sua Muganga De Guerra!


Com Licença De Oxalá,
Com Licença De Oxum
Saravá Seu Sete Estrelas
Cavaleiro De Ogum!
Sete Estrelas Brilham No Céu
Sete Estrelas Brilham No Mar
Sete Estrelas Está Presente
Iluminando O Gongá
Ele Vem De Muito Longe
Ele Vem Pra Trabalhar
Com A Lança E A Espada
Todo Mal Vai Guerrear! (3x)



Nossa Mata Têm Folhas
Tem Sete Estrelas Que Nos Alumeia!
Alumeia O Mundo, Estrela!(2x)


Caboclo Sol

Embala Eu, Babá... Embala Eu!(4x)
Saravá O Caboclo Sol
Que Vem Na Umbanda Saravá!
Saravá O Caboclo Sol
Que Vem Na Fé De Oxalá!


Caboclo Guarani

Eu Vi Nas Matas Um Dia
Seu Guarani Sentado Na Pedra Fria...
Ele Cantava, Ele Assobiava...
E Lá No Céu Uma Estrela Brilhava!


Há Quanto Tempo Eu Não Via
Sau Guarani Numa Umbanda!
Até Que Chegou O Dia
Seu Guarani Agora É Quem Manda


Cabocla Jurema

Que Lindo Capacetes De Penas
Tem A Cabocla Jurema!
É Dela, Quem Deu Oxalá!
Ê Ê Ê Ê Ê Á!


Ê Juremê! Ê Juremá!
Sua Flecha Caiu Sereno, Ô Jurema!
Dentro Deste Gongá!
Salve São Jorge Guerreiro!
Salve São Sebastião!
Saravá Povo De Umbanda
Que Nos Dá A Proteção, Ô Jurema!


Folhas Verdes Da Palmeira
Como Brilham Ao Luar!
Ó Que Lindo Caçador
Jurema, Jurema Ô Juremá!


Jurema, Ô Juremê, Juremá! (2x)
É Uma Cabocla De Pena!
Atirou Lá Na Jibóia
Sua Flecha É Suprema!


Lá Na Mata Eu Vi
Uma Cabocla Jurema!
Era Dona Jurema
Com Sua Flecha Suprema!
Mas Ela Veio De Tão Longe
Veio Caçar A Ema!


Com Sete Dias De Nascida
Minha Mãe Me Abandonou!
Salve O Nome De Oxóssi!
Foi Tupi Quem Me Criou!
Vinde, Vinde Companheiros...
Ai De Mim Tem Dó!
Vinde, Vinde Companheiros...
Ai De Mim Tão Só!


Companheiros Da Jurema
Não Deixem Suas Matas Sozinhas!
Lá Tem Coisas Preciosas
E A Jurema É A Rainha!


O Rio Rolou Na Mata Virgem
Uma Estrela Brilhou Na Aruanda!
Saravá Linda Umbanda!
Agora A Cabocla Jurema É Quem Manda!


Jurema...
O Seu Saiote É Tão Lindo!
Seu Capacete É Azul
Brilha Como O Diadema!
Jurema... Ô Juremê, Juremá!
Abandona Suas Matas
E Vem Na Umbanda Saravá!


Lá Na Jurema
Debaixo De Um Pé De Ingá
Aonde O Luar Clareia Os Caboclos
Deixa A Cabocla Jurema Passar!
Jurema, Jurema
Olha O Seu Juremá!


Se Ela É A Cabocla Jurema
Ela Bebe Água No Coité!
Quando Ela Atira A Sua Flecha
A Flecha Vai Cair Onde Ela Quiser!
Se Ela É A Cabocla Jurema
Demanda Ela Vai Vencer!
Se Ela É A Rainha Das Matas
Demanda Nenhuma Ela Pode Perder!


Cabocla Jureminha

Seu Saiote Carijó Brilhou Na Mata
Sua Flecha De Indaiá Assoviou!
A Cabocla Jureminha, Rainha De Umbanda
Nossa Banda Já Saravou, Saravou!


Minha Cabocla É Linda, Orirá! (2x)
Sua Luz Bendita Quem Lhe Deu
Quem Lhe Deu Foi Nosso Pai Oxalá!


Cabocla Jandira

Quem Tem O Poder Sobre A Terra?
Quem Tem O Poder Sobre O Mar?
É A Cabocla Jandira!
É A Sereia Do Mar!
Aruê Ruê... Aruê Ruá... Aruê Ruê Jandira!


Seu Cocar É De Pena Branca
Ela É Quem Segura A Gira!
Saravá Sua Linda Banda!
Saravá Cabocla Jandira!


Sob A Luz Da Lua
Sentada à Beira-Mar...
Eu Vi A Cabocla Jandira...
Eu Vi A Sereia Do Mar!
Arerê Mamãe Oxum!
Odoyá Mamãe Yemanjá!
Salve Todos Os Caboclos
Que Vêm Na Umbanda Saravá!


Cabocla Jupira

Estava Em Festa...
Toda Floresta Estava Em Festa
Porque Cantou O Uirapuru!
No Seu Cantar Ele Veio Anunciar
Pois A Cabocla Jupira Vai Baixar!
Na Terra De Pai Olorum Ela Vai Baixar Pra Nos Ajudar!
Ela Vai Salvar A Sua Banda, A Sua Gira!
Saravá, Pai Olorum Saravá!
Acaba De Chegar Linda Cabocla Menina!
Mas Ela Tem A Beleza Que Encanta!
O Olhar De Uma Santa
Que Nos Encanta!
Jupira, Linda Cabocla Menina!
É Portadora De Uma Mensagem Divina:
Ela É, Ela É, Ela É
A Menina Dos Olhos Do Cacique Aimoré!


Cabocla Jussara

Clarão Ilumina A Mata!
Chuva Cai, Rio Não Pára!
Saravá Umbanda Linda!
Banda De Dona Jussara!


Cabocla Jacira

Na Fonte De Água Cristalina
Uma Bela Cabocla Se Mira!
Dos Cabelos Correm Pérolas Douradas!
Tá Na Gira A Cabocla Jacira!


Cabocla Iara

O Lírio É Uma Flor
Nasceu Na Beira D'água
E Na Água Se Criou!
Iara, Iara!
Nasceu Na Beira D'água
E Na Água Se Criou


Das Caboclas

Eu Já Mandei Fazer
Três Capacetes De Penas!
Um É Pra Jupira
Outro Pra Jandira
E Outro Pra Jurema!


Dos Caboclos Do Mar

Quando A Marola Bate Na Pedreira
E A Passarada Passa A Revoar!
Se Ela É A Cabocla ...
E Ela Vem Com A Mãe Yemanjá!


Ó Virgem Dos Navegantes
Aqui Estamos A Lhe Implorar!
Enviai A Cabocla...
Para Os Seus Filhos Abençoar!


Brinca A Mãe D'água!
Brinca A Sereia!
Brincam Os Meus Caboclos Na Aldeia!


Neste Gongá Divino
Aonde Tem A Proteção...
Trabalha O Povo De Yemanjá
E Os Caboclos Do Sertão!
Dim, Dim, Dim O Sino Bateu Lá Na Aldeia!
Caboclo Da Beira Da Praia
Firmando Seu Ponto Lá Na Areia!


Veio Do Mar...
Chegou Agora!
Ele Vai Firmar Seu Ponto
Acabando Ele Vai S'imbora!


Oxalá Nosso Redentor
Desceu Para Nos Salvar!
Chegaram Os Caboclos De Aruanda
Que Vieram Descarregar!
Mais Uma Pemba, Mais Uma Guia...
Meu Pai, Diga O Que É!
São Todos Os Caboclos De Aruanda
Que Vieram Salvar Filhos De Fé!


Vai, Estrela Tão Brilhante...
Que Ilumina Este Gongá!
Vai Buscar, Estrela, Vai Buscar
Com A Permissão De Oxalá
Vai Buscar Seu ...
Pra Vir Na Umbanda Trabalhar!


Umbanda, Onde Estão Seus Caboclos?
Eles Vêm De Longe
Do Centro Do Juremá!
Com Seus Saiotes De Penas
Na Umbanda Saravá!


Lá Nas Matas Da Jurema
Ouvi Tambores A Tocar!
A Mata Estava Iluminada
E Os Passarinhos A Cantar
Não Sei Se Era Noite ,Não Sei Se Era Dia
Só Sei Que Lá Na Mata Era Tudo Alegria!


É Caçador Da Beira Do Caminho...
Ei, Não Me Mate Esta Coral Na Estrada!
Pois Ele Abandonou Sua Choupana
Foi No Romper Da Madrugada!


Quando A Umbanda Se Abre
Eu Quero Ver Quem É!
Se É Um Teimoso De Aruanda
Ou Um Caboclo De Guiné!


Mandei Chamar...
Os Meus Caboclos De Aruanda!
Mandei Chamar...
No Humaitá Venceu Demanda!


Olha Os Matos Quebrando!
Os Caboclos Arriando!
Os Caboclos Arriando!
Olha Os Matos Quebrando!


Arreia, Capangueiro!
Capangueiro Da Jurema!
Arreia Capangueiro
Agora Que Eu Quero Ver!


Caboclo Vem Da Mata
Sucuri Dendê!
Onde Mora Esse Caboclo
Que Não Quer Descer!


Lá Na Mata...
Lá Na Serra...
Lá Na Aldeia!
Bambeia, Meus Caboclos, Bambeia!


Na Marambaia!
Na Marambaia!
Caboclo No Mato!
Caboclo Na Praia!


Tem Morador Ô!
Tem Morador!
Na Terra Onde O Galo Canta
Por Certo Tem Morador!


Ê Ê Ê! Ê Ê Á!
Segura Caboclo Que Eu Quero Ver!
Filho De Pemba Não Tem Querer!


Caboclo Firma Ponto
Na Ponta Do Cipó!
É Meia-Noite Na Lua!
É Meio-Dia No Sol!


Estava Na Sua Mata!
Tata Miro!
Quando Sua Mano Chamou!
Ele Jurou, Jurou, Jurou!
Ele Jurou E Eu Também Jurei!


Assobia, Caboclo!
Torna A Assobiar!
Assobia, Caboclo!
Que Sua Povo Vem!


Assobia! Assobia!
Ele Assobiou Ô Ô!
Cadê O Seu ...
Que Ainda Não Chegou!


Que Bela Manhã, Meus Camaradas!
A Lua Brilha No Oriente!
Os Pássaros Cantam!
Seus Filhos Chamam Os Guaranis Que Vêm Chegando Agora!


E A Vestimenta Do Caboclo?
É Samambaia Só!
É No Lageiro Aonde Os Caboclos Moram! (2x)


Caça, Caça, Caçador!
É Caçador Que Vem Caçar!
Caça, Caça, Caçador!
É Caçador Do Juremá!


Ora Viva A Terra Da Jurema!
Salve Todo O Juremá!
Ora Viva Todos Os Caboclos
Filhos Da Cobra Coral!
Rei, Ó Rei, Ô Jurema!
Rei É Oxalá!


Lá Na Mata Uma Coral Piou!
Piou, Piou Ele Vem Chegando!
Se Ele É Capangueiro Da Jurema
No Alto Da Montanha Está Trabalhando!


Ô Caboclo, Que Mata É A Sua?(2x)
Que Mata É A Sua?
É A Mata De Ubá!
Onde Pia A Cobra...
Aonde Canta O Sabiá!


Que Vem De Longe
Veio De Ganga Macaia!
Ó Não Me Mate A Cobra!
Não Me Espante A Coral!
Auê Auê Auê! Auê Auê Auá!


Que Linda Andorinha
Tem No Meu Sertão!
Todo O Pássaro Voa, Andorinha!
Só A Ema Não!


Ó Ventanias Da Jurema!
Mande Folhas Cá Pra Nós!

Ventou, Ventou Na Macaia...
Balançou, Folhas Caiu!
Quero Ver, Quero Ver!
Quero Ver Quem Ainda Não Viu!



A Jibóia É Sua Fita!
Caninana É Sua Laço!
Ah, Que Bom! (3x)
Caboclo Mora No Mato!


Sucuri! Jibóia!
Ó Como Vem Beirando O Mar!
O Zi Piou Piou Ô!
A Sua Cobra Coral!


Caboclo Do Mato Trabalha
Com Cipriano E Jacó!
Trabalha Com O Vento E A Chuva!
Trabalha Com A Lua E O Sol!


Já Dizia Um Caboclo
A Umbanda É Pra Quem Tem Fé!
Ai De Mim, Meu Bom Caboclo!
Sua Força Não Engana Ninguém!
Se O Caboclo É Bom
Bate Palmas Pra Ele!
Se O Caboclo É Bom
Bate Palmas Pra Ele!


Sua Flecha A Tiracolo
Foi Oxalá Quem Lhe Deu!
Quem Achou, Achou!
Quem Perdeu, Perdeu!


Coqueia, Coqueia Odé!
Coqueia Como Coqueia Odé!
Coqueia, Coqueia Odé!
Coqueia Com ... (A Cada Repetição, Dizer O Nome De Um Caboclo)


Ele É ... (Dizer O Nome Do Caboclo Chefe), Ô Paranga
Que Está No Gongá!
Mano De ... (Dizer O Nome Dos Outros Caboclos Da Casa), Ô Paranga!
Vamos Saravar!


Mujongo!... Monjerê!
Monjerê!... Oh Monjerá!
Mujongo!... Monjerê!
Monjerê Seu ...! (E Repete Toda A Música, No Final Apenas Trocando O Nome Das Entidades)


Ele Atirou...
Ele Atirou, Ninguém Viu!
Seu ... É Quem Sabe
Aonde A Flecha Caiu!


Eles Vem Daquelas Matas
Do Reino De Juremá!
Caboclos Vem De Aruanda
Vamos Todos Saravá!


Cabra Jibóia Engoliu Caninana!
Rabo De Saia A Um Caboclo Não Engana!

Oxóssi


Quem Manda Na Mata É Oxóssi...
Oxóssi É Caçador... Oxóssi É Caçador...
Eu Vi Meu Pai Assuviar
E Eu Mandei Chamar...
É Na Aruanda Auê!
É Na Aruanda Auá!
Seu Oxóssi De Umbanda
É Na Aruanda Auê!


Eu Corri Mar... Eu Corri Terra...
Até Que Eu Cheguei Lá No Meu País!
Salve Oxóssi Das Matas
Que As Folhas Da Mangueira Ainda Não Caiu!


Eu Vi Chover, Eu Vi Relampejar
Mas Mesmo Assim O Céu Estava Azul!
Firma Seu Ponto Na Folha Da Jurema
Que Oxóssi É Bamba No Maracatu!


A Mata Estava Escura...
Um Anjo A Iluminou!
No Centro Da Mata Virgem
Seu Oxóssi Anunciou:
Mas Ele É O Rei, Ele É O Rei, Ele É O Rei!
Seu Oxóssi, Na Aruanda, Ele É O Rei!


Oxóssi É Rei No Céu!
Oxóssi É Rei Na Terra!
Ele Não Desce Do Céu Sem Coroa
E Sem A Sua Missão Cá De Terra!


xóssi Mora No Tronco Da Amendoeira!
Ogum Mora Na Lua
E Xangô Lá Na Pedreira!


Viva Oxóssi Ê!
Meu São Sebastião!
Oxóssi É Caboclo Morador Lá Do Sertão!
Viva Oxóssi, Viva São Sebastião!
Viva Todos Os Caboclos Morador Lá Do Sertão!


Em Forma, Em Forma!
Em Forma Oxóssi Sete Ondas!
No Recinto De Umbanda
Ele É De Lei!
Viva Oxóssi! Ele É De Lei!
Sete Ondas Reluziu
Quando Oxóssi Surgiu!


O Seu Oxóssi Mora Lá Nas Matas Onde Pia Cobra!
Lá No Juremá!
Seu Capacete É De Penas De Ema!
Ele É Oxóssi, Capangueiro Da Jurema!
Quem Manda Na Mata É Oxóssi!
Oxóssi É Caçador! Oxóssi É Caçador!


Okê Bambocrim!
Esse Mundo É De Oxalá!
Viva Oxóssi Na Aruanda Auá!


Oxóssi É Cassuté De Umbanda!
É Na Aruanda!
É Na Aruanda Auê!


Atira, Atira, Eu Vai Atirar!
No Rei Bambá Eu Vi Atirar!
Veado No Mato É Corredor!
Oxóssi Na Mata É Caçador!


É Zambi Quem Governa O Mundo!
É Zambi Quem Vem Governar!
É Zambi Que Governa A Estrela
Que Clareia Oxóssi Lá No Juremá!
Okê! Okê! Okê! (2x)
Okê, Meus Caboclos, Okê!


Ó Viva São Sebastião!
Nos Caminhos Que Passou
Salvar Filhos De Umbanda
Jesus Cristo É Quem Mandou!
Ó Viva São Sebastião!


Xangô Na Pedreira Bradou!
Ogum Lá Na Lua Confirmou, Ô Jurema!
Oxóssi Na Mata É Caçador!


Oh, Ele É Capitão Na Marambaia! (3x)
Oh, Ele É Seu Oxóssi Na Urucaia!


Caboclo Roxo, Da Cor Morena...
Ele É Seu Cassuté
Capangueiro Da Jurema!
Ele Jurou, Ele Jurava
Pelos Conselhos Que A Jurema Lhe Dava!


E O Veado Fugiu...
E Oxóssi Chegou Na Bahia!
Segura O Ponto, Mamãe Sereia!
Oh, Ganga!


Oxóssi Não Há Tatá Nuarou Ô!
É Baba É Barebou!
Oxóssi, Vossos Filhos Ele Salvou!
É Baba É Barebou!


Oxóssi Oxóssi, Ele É O Rei Das Matas!
Oxóssi Mora Na Raiz Da Bananeira!
Oxóssi Vem Abençoar Nossa Terreira!


Eu Já Cansei De Pedir Senhor Oxóssi
Uma Choupana Para Mim Poder Morar
Ele Me Disse Com Firmeza,
Precisa Ordem De Nosso Pai Oxalá.


Caboclo Da Mata Virgem,
Da Mata Cerrada Lá Na Juremá
Quem Manda Na Mata É Oxóssi
Quem Manda No Céu É Oxalá!
Okê Caboclo, Quero Ver Girar
Quero Ver Caboclo De Umbanda Arriar!
Naquela Estrada De Areia,
Aonde A Lua Clariou
Onde Os Caboclos Pararam
Para Ver A Procissão De São Sebastião
Okê, Okê Caboclo
Meu Pai Oxóssi É São Sebastião.


Oxóssi Vem...
Vem Chegando De Aruanda!
Oxóssi Vem...
Vem Salvar Filhos De Umbanda!


Estava Na Minha Praia
Vi A Sereia Cantando
As Ondas Do Mar Chorando...
Yemanjá, Yemanjá!
Sou Beira-Mar, Beira-Mar!
Deixa A Sereia Cantar...
Não Deixa As Ondas Chorar!



Oxóssi Assobiou
Lá No Humaitá!
Ogum Venceu Demandas
Companheiro De Oxalá!



O Vento Na Mata Zuniu...
Folha Seca Balançou!
Saravá Oxóssi, Nossa Banda Saravá!
Ele Vem Com Deus Nosso Senhor!



Oxóssi Assoviou Na Mata...
Ogum Bradou No Humaitá!
Filhos De Umbanda Louvaram:
Saravá, Oxóssi, Saravá!



Fez Barulho Na Cachoeira
Sobre A Pedra Ela Rolou!
Com Sua Flecha Certeira
É Oxóssi Que Chegou!



Oxóssi Quando Vem Lá De Aruanda
Trazendo Forças Pra Seus Filhos De Umbanda
Ele É Caboclo, Ele É Flecheiro Atirador!
Na Aruanda Todo Oxóssi É Caçador!



Oxóssi Mora Na Lua
Só Vem Ao Mundo Para Clarear!
Queria Ver Um Oxóssi
Para Com Ele Eu Falar!


Oxóssi Ê Ê
Oxóssi Ê Á
Oxóssi E Rei Das Matas
Onde Canta O Sabiá!
Eu Vou Pedir Licenca Para Oxóssi
Para Saravar Nas Matas Da Jurema!
Saravá Pai Xangô La Na Pedreira
Firma Seu Ponto Mãe Oxum Na Cachoeira!



Como é a Nossa Fé?

Certa vez, Chico Xavier chegou ao Centro Espírita e viu uma multidão na porta. Ele perguntou:

- O que estas pessoas querem?

- Eles vieram buscar passe. - respondeu um trabalhador da casa.

Chico respondeu:

- Eles não precisam de passe, precisam de "pá".

Os ensinamentos de Jesus pedem "pá": trabalho, sacrifício, renúncia, esforço, força de vontade, transformação moral, atitude, etc.

Precisamos aprender a não olhar para Deus e Jesus somente com interesse de pedir-lhes algo. Deveríamos nos desvincular da idéia de que frequentando uma casa religiosa e realizando liturgias, rituais, dogmas e pagando o dízimo já estamos agradando Deus. Por pensar assim, séculos de evolução foram perdidos. Pois, dentro da casa religiosa muitos seguem as exigências dos religiosos e fora dela transgridem as leis de Deus por acharem que já cumpriram sua obrigação dentro dela. Se cada vez que saíssemos de uma casa religiosa nos comprometêssemos, com nós mesmos, a praticar uma boa ação naquela semana, em nosso favor e/ou a favor do próximo, já estaríamos entendendo o propósito da vinda do Cristo à Terra. Em nosso favor é deixar de reclamar, cultivar bons pensamentos, boas palavras, boas atitudes, deixar de fazer comentários maldosos e humilhantes de alguém, é perdoar ou relevar uma ofensa, é diminuir ou eliminar o cigarro, a bebida alcoólica, é cuidar do corpo físico, etc. E em favor do próximo significa fazer o bem a alguém. Mas, infelizmente, muitas pessoas só buscam o centro espírita para solucionar problemas, para pedir algo, sendo que o Espiritismo explica a causa dos problemas, a necessidade da transformação moral, da prática da caridade com o próximo e com nós mesmos, etc. Querem atacar as causas de suas dores e aflições ao invés de atacarem os efeitos. É preciso agir na prevenção. Enfim, busquemos Jesus para aprender seus ensinamentos para colocá-los em prática onde estivermos. Porque Ele deixou bem claro que: “a fé sem obras é morta”, ou seja, acreditar Nele e não fazer o que Ele pediu é inútil. Então perguntemos: "Como é a nossa fé?"

"Com ou sem obras?" Pensemos nisso!

Por Rudymara



Os textos apresentados na sua maioria foram retirados , da internet. Esse é um espaço onde colocamos diversos pensamentos e o nosso principal objetivo é a divulgação da nossa Umbanda. Quando algum texto for de autoria do Centro Pai João de angola, o responsável será indicado; da mesma forma que fazemos com outros autores que não têm vínculos com a nossa casa... Comunicado Importante: Este é um Site totalmente gratuito, sem fim comercial ou lucrativo. Algumas imagens e informações provêm de outros sites na internet. Caso você seja o detentor do Copyright de qualquer uma delas, e deseje que ela seja retirada, por favor, é só nos mandar uma mensagem citando o nome e a localização para sua remoção imediata. Não temos o objetivo de nos apropriar de informações alheias tomando-as como nossa, pelo contrário, sempre que possível, colocaremos o nome do autor abaixo do título para deixar bem claro que a intenção é de divulgar a Umbanda através de textos bem elaborados e esclarecedores. Saiba que o Centro Pai João de Angola está isento de qualquer responsabilidade.


Ao mestre com carinho

Oração a Pai João de Angola

Ogum

Oxum

Yansã

oracões

Xangô

Yemanjá

Oxossi

Oxalá

Oxumarê

Preto-velhos

Caboclos

Boaideiros na Umbanda

Baianos na Umbanda

Marinheiros

Pomba Gira

Maria Padilha

Oração de exu

Banhos de descarregos

Pontos Riscados de Exu

História de Rei Congo

Maria Redonda

Pontos Cantados diversos

Pontos Cantados Orixás

Galeria de Videos

Mensagem do Sr. Zé Pilintra

Pai José da Guiné

Exu Capa Preta

Exu 7 encruzilhadas

Exu Morcego

Mensagem de Pai joão de Angola

Histórias de Vovó Luiza

Atribuição dos Preto-velhos

Ogum Rompe Mato

Ogum Yara

A história de vovó Benedito

Oferenda de Oxum

Oferenda a Xangô

Oferenda de Ogum

Oferenda de oxossi

A Mediunidade, os orixás e os caboclos

Orações Diversas

Os filhos de Omulu

Mensagens de Natal

Porque os exus riem

Cigano Pablo

Cigana Esmeralda

Mensagem de Ogum

Altar virtual

Altar Virtual dos Orixás

Altar dos Preto-velhos

Altar de Nossa Senhora

Altar de ogum

Altar de Oxum

Altar de Exu

Videos de preto-velhos

Descubra o seu Orixá

Livro de Visitas

Livro de Visitas 2

10 erros cometidos por médiuns

A tristeza dos Orixás

Altar na umbanda

Amor palavra de ordem na gira

As falanges de trabalhos na umbanda

Assistência

Atitudes interiores

Bandeira branca de Oxalá

Cantos e palmas num terreiro

Como acontece a gira

Como ler ouvir observar e saber se aquilo é certo

Conduta Moral

Conduta no terreiro de umbanda

Conflitos

Conflitos Familiares

Cores e a umbanda

Cumprimentos e posturas

De olho Fechados

Deus não te Fez para sofrer

Deus salve a Umbanda

O dia de Finados na Umbanda

ELEMENTOS DO TERREIRO DA UMBANDA

Entendendo a inveja

ESPIRITUALIDADE E CONSCIÊNCIA

Expressões usadas na Umbanda

Exu não é fofoqueiro

Exu não é o diabo

Falta de doutrina e comprometimento

Faz caridade fio

Faz o bem sem ver a quem

Fumos e Bebidas

Fundamentação doutrinátoria

Guias e Colares

Hierarquia na Casa de Umbanda.

Humildade

Jogaram uma carga pesada pra cima de mim

Linha de Esquerda: "Exu e ´Pomba-Gira"

Mediunidade na Umbanda

Mediunidade, um passo de cada vez

Mensagem de Caboclo 7 Flexas

MIRONGA DE PRETO VELHO

NÃO ABANDONES O TEU POSTO DE SERVIÇO

Normas dos terreiros

Nossos Umbigos

O maior inimigo da Umbanda

O pequeno universo do umbandista

O Perdão Não tem Contra-indicação

O templo que vos acolhe

OBRIGAÇÕES NA UMBANDA

Obrigado, vovô

Oração do umbandista

Orixá de Cabeça

Os Caboclos na Lição de Pai João

Os médiuns são Parceiros

Os Orixás se Manifestam em Nós e Através de Nós!

Os perigos e conseqüências da mediunidade mal orientada

Página inicial textos de Umbanda

Clique aqui.


Deste Site


Pai João de Angola
  • Ogum vencedor de Demanda
  • Fundamentos
  • Orações
  • Oxum
  • As pombas giras
  • Maria Padilha
  • Comida de Santo
  • Cosme e Damião
  • Giras de Umbanda
  • Homenagem a Zé Pilintra
  • Xangô senhor da Justiça
  • Yemanjá
  • banho de descarrego
  • Simpatias Diversas
  • Guias Contas e colares
  • Defumações
  • Batismo na Umbanda
  • Conselhos de Preto velhos
  • Escrava Anastácia
  • Marinheros na Umbanda
  • Pai Benedito
  • Homenagem a Tranca Rua
  • Baiano zé do Coco
  • Obá
  • Descarrego de Polvora
  • Ciganos na Umbanda
  • Sara Kali
  • Oxossi
  • Oxumarê
  • Preto-velho na Umbanda
  • Cabocla Jurema
  • Omulu-Obaluaie
  • Altar Virtual
  • Mãe Maria Conga
  • Boiadeiros na Umbanda
  • Descubra seu Orixá
  • Altar Virtual de exu
  • Altar Virtual dos Orixás
  • batizando-na-umbanda
  • Ossãim
  • O que è Caridade
  • Ogum em video
  • Caboclo boiadeiro
  • Ser Médium
  • Pontos e videos de defumação
  • Caboclos na Umbanda
  • Como acontece a Gira
  • reflexão em Videos
  • Conduta moral
  • Anjo da Quarda
  • Curiosidades
  • Intolerância Religiosa
  • Mediunidade
  • Corrente mediunica
  • Orações 2
  • tronqueira
  • Mensagens em slaides
  • Casamento na Umbanda
  • pontos cantados 2
  • Oxalá
  • Sincretismo religioso
  • Caracteristicas dos filhos
  • Altar dos Preto-velhos
  • Exu
  • Umbanda
  • Quimbanda
  • Orações das almas
  • hierarquia na umbanda
  • Livre se da Depressão
  • Reflexões
  • 7 chaves da Felicidade
  • Mensagens Espiritas
  • Tia maria de Minas
  • Minutos de sabedoria
  • Exus e pombas Giras
  • Mensagens de Otimismo e Fé
  • Convite aos Umbandistas
  • 13 de Maio
  • Combatendo o alcoolismo
  • Recomeçar de Novo
  • Superando as Percas
  • Perdoar a si mesmo
  • Decepções
  • Conceito Básico
  • Zumbi dos Palmares
  • Maria Bueno
  • Mini Série Oxum
  • Reconciliação
  • indiferença
  • desencarnar
  • Pontos Mp3 Orixás
  • O Médico dos médicos
  • Livro de Visitas
  • Corrente de Orações
  • Mensagem de Tranca-Rua
  • Conflitos Familiares
  • Amor e Ódio
  • Exu tiriri
  • Um abraço fraterno
  • Prece Aos Caboclos
  • O que Falta na umbanda
  • Mensagem de Vovó Maria Conga
  • Lições de sabedoria
  • Ajudar faz Bem
  • A umbanda que eu amo
  • Preto-velho x Exu
  • Frustrações
  • Batendo cabeça
  • Aprenda a Dizer Não
  • Insatisfação com a Vida
  • Oferenda de Marinheiro
  • Conselhos aos casais
  • Vovó Benta
  • Pai Cipliano
  • O Uso das velas
  • O luxo na Umbanda
  • Salmos Recomendados
  • Yansã
  • Pontos Riscados
  • Como combater a Inveja
  • Nanã de Buroque
  • Pai Guiné
  • Pai Tomé
  • Pai Antônio
  • Prece aos Orixás
  • Altar de Nossa senhora
  • Altar Virtual de Ogum
  • Altar Virtual de Oxum
  • Livro de Visitas 2
  • Ao mestre com carinho
  • Sabedoria de preto-velho
  • Fofocas no terreiro
  • Histórias de Preto velho
  • Aos médiuns da corrente
  • Orixá logum edê
  • História de Vó Cambinda
  • Pai Serafim de Aruanda
  • Pontos Cantados