Convite a todos os umbandistas

Convite a todos os umbandistas.

Convidamos a Todos os umbandista, nossos Irmãos de fé ( Pais e mães de santo), assim como

nossos Sobrinhos ( filhos de santo), amigos e Simpatizantes da nossa” Querida umbanda”. Para se juntar a nós.

Venha fazer parte da construção das próximas páginas deste Site.

Estamos abrindo  um espaço em nosso site para que os nossos irmãos Umbandistas possam participar.

O motivo desta abertura:

                                           Estamos cansados de  ouvir dizer:

                                       "Que os umbandistas não são unidos.".

                                               Queremos provar o contrário.

      Que os" verdadeiros Umbandistas" são solidários, participativos e atuantes.

            Queremos derrubar o "Mito" que terreiros são concorrentes, rivais.

Queremos mostrar que a força da Umbanda reside na União de todo nós, só conseguiremos respeito e fazer valer os nossos direitos, somando esforços.

Se cada um de nós umbandistas, fizermos a nossa parte, assim como fazemos em nossos terreiros, onde cultuamos nossos guias, protetores e Orixás , e não medimos esforços no sentido de  ajudar aqueles que nos procuram pedindo ajuda.

Acreditamos que a união faz a força, depende de nós Umbandistas o futuro da nossa umbanda.
Cabe a nós dirigentes , falar em prol da nossa Umbanda, esclarecer dúvidas, divulgar o nosso trabalho, ensinar um pouco do que sabemos.

A idéia é muito Simples.
Criaremos novas páginas onde os textos serão enviados por nossos Irmãos umbandistas.
Será criada uma página, entitulada:
“Umbanda de todos nós”.
Dentro desta página colocaremos vários links.
Orações
Banhos
Simpatias
Oferendas
Comidas de santo.
Ebôs
Etc.
Enfim a idéia é trazer ao site o máximo de informações possíveis, sobre a nossa Umbanda.
è levar aos internautas, aos iniciantes e até mesmo os mais graduados dentro da nossa umbanda a informação precisa.
Mas, o mais importante vindo de  fontes diversas, vindo daqueles que vivem o dia-a-dia da umbanda; Pais, Mães e filhos de santo.
Contamos com a participação de todos, dos dirigentes de terreiro de todos os Estados Brasileiros e além fronteiras.

No ano passado divulguei a pedido dos internautas uma página entitulada simpatias diversas:
Onde  foi devidamente explicado que as simpatias foram gentilmente cedidas pelo Espaço Mistico solicitei aos internautas que nos enviasse algumas simpatias.
e tivemos a grata satisfação de contar com a colaboração de um Irmão de Fé, do Rio de Janeiro.
Que além de nos enviar uma simpatia postou uma Observação em nosso Livro de visitas.
Veja abaixo:

Extraido do nosso Livro de visitas:

Nome: Pai Carlos de Obaluaê    Email: carlosdoobaluaê@ig.com.br
Cartão de Visitas:       
País: RIO DE JANEIRO     Data: 30 Sep 2009 16:34:59 GMT

Comentário: Boa tarde meu irmâo de fé, vc esta de parabéns se todos de nossa religião fossem unidos, nossa Umbanda estaria bem melhor, vi sua página e esta de parabéns. muito axé para vc e toda sua familia espiritual e material.


Extraido da Página simpatias diversas.

A Simpatia Abaixo foi enviada por Um Irmão de Fé.
   

                               Pai Carlos de Obaluaê
                    JC IG (carlosdoobaluae@ig.com.br) 
             Obrigado meu Irmãozinho que oxalá te abênçoe sempre muito Axé.

 

Para o marido  ou mulher ficar mas calmo

 

pegar um tigela branca

arroz cozido só na agua  e depois de frio fazer 8 bolinhos

agua de melissa, agua de laranjeira, agua de rosas,

azeite doce

prato branco

16 velas comuns branca

modo de fazer:

depois que o arroz estiver frio  fazer os bolinhos  e dentro de cada um colocar o nome do marido ou da esposa( escrito a lápis), colocar na tigela e colocando aos poucos as aguas ( laranjeira,melissa e rosas) um pouco de azeite doce em dada ingrediente fazer os seus pedidos. OBS. sempre o mesmo pedido, tampar com o prato e durante 7 dias seguidos de preferencias no mesmo horário acender 2 velas juntas dentro de sua casa, dando um  total de 14 velas  no oitavo dia  levar tudo na praia enterra onde tiver sombra e acender as outras duas velas que faltaram. entregando a Iemanja.

Pois Iemanjá sendo a mãe de todas as cabeças ela ajuda muito, fazer numa lua boa ( crescente, cheia ou nova).


São esses tipos de Atitudes que queremos.
Pessoas que se disponha fazer o bem sem olhar a quem.
Que de um passo a frente e diga eu sou umbandista.
Que de alguma forma de a sua contribuição.

Envie pra nós textos de umbanda.
Orações.
simpatias.
Oferendas.
Pontos cantados
ebôs
Banhos .
etc..
Enfim tudo que puder somar e acrescentar a esse Site.
Pedimos coloquem seu nome .
Nome do Centro, terreiro, tenda ou Ilê.
seu email
Para que as pessoas saibam de quem foi a contribuição.
fazemos questão de divulgar o seu terreiro.
Mande seu e-mail para:

centropaijoaodeangola-2010@hotmail.com


" Glória a Deus nas alturas e Paz na terra aos homens de boa vontade."

Um abraço fraterno a todos meus irmãos(as) de fé.

Beto de Ogum.

" Quem não vive para servir, não serve para viver".

" Que oxalá Abênçõe a todos."
Desde já agradeço a participação de Todos.


Iansã, o raio que ilumina as trevas do ego!

Vós surgiu, minha Mãe,
Como uma tempestade.

E nos seus olhos eu vi,
A bela face da verdade.

Rainha de encantadores Jacutás,
Senhora de todos os Congás.
Chuva que acaricia o Ser,
Ventania que traz o poder.

Ouço vossa voz melodiosa,
E de minha alma mil canções florescem.
Entre as brumas, percebo-te esplendorosa,
Dançando entre estrelas que descem.

És a beleza da tormenta,
E o brilho do anoitecer.
És o raio que acalenta,
E o fulgor do amanhecer.

És o som do trovão,
E a Justiça de Xangô.
És o amor em turbilhão,
E o canto de Agô.

És a força da guerra,
Que conduz ao campo da paz.
És a semeadura da terra,
Com os ventos que a semente traz.

És o caminho reto,
Que a todos vigia.
Vitória, contigo é certo,
És a estrela que guia.

Sopro de luz e axé,
Rainha de todo Orixá.
Flecha veloz na mata de Odé,
Menina dos olhos de Oxalá…

És o ritmo do barravento,
Que ensina a dançar na guerra.
És a fúria dos elementos,
Que dissipam toda treva.

És a chama da coragem,
Início, busca e determinação.
És o começo da grande viagem,
Pelos longos caminhos da evolução.

És a faísca que brilha no bambuzal,
E o corisco que açoita o ego.
És o sangue, a força vital,
E a direção que conduz o cego.

És a espada que degola o vício,
Guerreando ao lado de Ogum.
És a linda canção que desabrocha,
Dos lábios de papai Olorum.

És luta, suor e trabalho,
Que enobrece o coração.
És honra, força e amparo,
No jardim da compaixão…

Por ti, Oh! Mãe, o raio estoura,
E do alto até o embaixo,
A voz de Xangô ecoa…

Luz que a Vida ampara,
Em uma de suas faces vejo,
O semblante de Santa Bárbara…

Vento que afasta os males,
O seu uivo reverenciamos,
Nas pedreiras e nos vales…

Ventarola que sopra no mar,
É por ti que as ondas quebram,
No reino de Iemanjá…

Almas santas, venham todas me valer!
Toco o solo e te saúdo,
Rainha do Balê…

Infinito é seu esplendor,
E nem mesmo com mil versos,
Cantaríamos todo seu valor…

Mãe Divina, em ti vejo o amor,
E em seu cálice apanho,
A mais tenra flor…

Eparrei Iansã, Eparrei bela Oyá!
Nos guie, hoje e sempre,
Pelas voltas que o mudo dá…

Fernando Sepe – 24 de novembro de 2006, inspirado pelo sopro de luz dessa Mãe…
Iansã, o raio que ilumina as trevas do ego!

Vós surgiu, minha Mãe,
Como uma tempestade.

E nos seus olhos eu vi,
A bela face da verdade.

Rainha de encantadores Jacutás,
Senhora de todos os Congás.
Chuva que acaricia o Ser,
Ventania que traz o poder.

Ouço vossa voz melodiosa,
E de minha alma mil canções florescem.
Entre as brumas, percebo-te esplendorosa,
Dançando entre estrelas que descem.

És a beleza da tormenta,
E o brilho do anoitecer.
És o raio que acalenta,
E o fulgor do amanhecer.

És o som do trovão,
E a Justiça de Xangô.
És o amor em turbilhão,
E o canto de Agô.

És a força da guerra,
Que conduz ao campo da paz.
És a semeadura da terra,
Com os ventos que a semente traz.

És o caminho reto,
Que a todos vigia.
Vitória, contigo é certo,
És a estrela que guia.

Sopro de luz e axé,
Rainha de todo Orixá.
Flecha veloz na mata de Odé,
Menina dos olhos de Oxalá…

És o ritmo do barravento,
Que ensina a dançar na guerra.
És a fúria dos elementos,
Que dissipam toda treva.

És a chama da coragem,
Início, busca e determinação.
És o começo da grande viagem,
Pelos longos caminhos da evolução.

És a faísca que brilha no bambuzal,
E o corisco que açoita o ego.
És o sangue, a força vital,
E a direção que conduz o cego.

És a espada que degola o vício,
Guerreando ao lado de Ogum.
És a linda canção que desabrocha,
Dos lábios de papai Olorum.

És luta, suor e trabalho,
Que enobrece o coração.
És honra, força e amparo,
No jardim da compaixão…

Por ti, Oh! Mãe, o raio estoura,
E do alto até o embaixo,
A voz de Xangô ecoa…

Luz que a Vida ampara,
Em uma de suas faces vejo,
O semblante de Santa Bárbara…

Vento que afasta os males,
O seu uivo reverenciamos,
Nas pedreiras e nos vales…

Ventarola que sopra no mar,
É por ti que as ondas quebram,
No reino de Iemanjá…

Almas santas, venham todas me valer!
Toco o solo e te saúdo,
Rainha do Balê…

Infinito é seu esplendor,
E nem mesmo com mil versos,
Cantaríamos todo seu valor…

Mãe Divina, em ti vejo o amor,
E em seu cálice apanho,
A mais tenra flor…

Eparrei Iansã, Eparrei bela Oyá!
Nos guie, hoje e sempre,
Pelas voltas que o mudo dá…

Fernando Sepe – 24 de novembro de 2006, inspirado pelo sopro de luz dessa Mãe…


Digite na caixa de pesquisa abaixo o que deseja encontrar no Site

Agradecemos sua visita Volte sempre....

Visite nosso site clique aqui

Traduzir Esta Página

Endereço

Av. Dona Sofhia Rasgulaeff  177.
Jardim Alvorada/ Maringá /Paraná
Telefone:
(44) 3034-5827 (44) 99956-8463
Consultas Somente com Hora Marcada.
Atendimento: de Segunda a sexta-feira
Das 09:00 as 19:00 horas.
Não damos consultas:

 via whatsapp ou via E-mail.



Mapa google

"Que Ogum te Abençoe hoje e sempre".

amigo.mp3


Os textos apresentados na sua maioria foram retirados , da internet. Esse é um espaço onde colocamos diversos pensamentos e o nosso principal objetivo é a divulgação da nossa Umbanda. Quando algum texto for de autoria do Centro Pai João de angola, o responsável será indicado; da mesma forma que fazemos com outros autores que não têm vínculos com a nossa casa... Comunicado Importante: Este é um Site totalmente gratuito, sem fim comercial ou lucrativo. Algumas imagens e informações provêm de outros sites na internet. Caso você seja o detentor do Copyright de qualquer uma delas, e deseje que ela seja retirada, por favor, é só nos mandar uma mensagem citando o nome e a localização para sua remoção imediata. Não temos o objetivo de nos apropriar de informações alheias tomando-as como nossa, pelo contrário, sempre que possível, colocaremos o nome do autor abaixo do título para deixar bem claro que a intenção é de divulgar a Umbanda através de textos bem elaborados e esclarecedores. Saiba que o Centro Pai João de Angola está isento de qualquer responsabilidade.


Ao mestre com carinho

Oração a Pai João de Angola

Ogum

Oxum

Yansã

oracões

Xangô

Yemanjá

Oxossi

Oxalá

Oxumarê

Preto-velhos

Caboclos

Boaideiros na Umbanda

Baianos na Umbanda

Marinheiros

Pomba Gira

Maria Padilha

Oração de exu

Banhos de descarregos

Pontos Riscados de Exu

História de Rei Congo

Maria Redonda

Pontos Cantados diversos

Pontos Cantados Orixás

Galeria de Videos

Mensagem do Sr. Zé Pilintra

Pai José da Guiné

Exu Capa Preta

Exu 7 encruzilhadas

Exu Morcego

Mensagem de Pai joão de Angola

Histórias de Vovó Luiza

Atribuição dos Preto-velhos

Ogum Rompe Mato

Ogum Yara

A história de vovó Benedito

Oferenda de Oxum

Oferenda a Xangô

Oferenda de Ogum

Oferenda de oxossi

A Mediunidade, os orixás e os caboclos

Orações Diversas

Os filhos de Omulu

Mensagens de Natal

Porque os exus riem

Cigano Pablo

Cigana Esmeralda

Mensagem de Ogum

Altar virtual

Altar Virtual dos Orixás

Altar dos Preto-velhos

Altar de Nossa Senhora

Altar de ogum

Altar de Oxum

Altar de Exu

Videos de preto-velhos

Descubra o seu Orixá

Livro de Visitas

Livro de Visitas 2

10 erros cometidos por médiuns

A tristeza dos Orixás

Altar na umbanda

Amor palavra de ordem na gira

As falanges de trabalhos na umbanda

Assistência

Atitudes interiores

Bandeira branca de Oxalá

Cantos e palmas num terreiro

Como acontece a gira

Como ler ouvir observar e saber se aquilo é certo

Conduta Moral

Conduta no terreiro de umbanda

Conflitos

Conflitos Familiares

Cores e a umbanda

Cumprimentos e posturas

De olho Fechados

Deus não te Fez para sofrer

Deus salve a Umbanda

O dia de Finados na Umbanda

ELEMENTOS DO TERREIRO DA UMBANDA

Entendendo a inveja

ESPIRITUALIDADE E CONSCIÊNCIA

Expressões usadas na Umbanda

Exu não é fofoqueiro

Exu não é o diabo

Falta de doutrina e comprometimento

Faz caridade fio

Faz o bem sem ver a quem

Fumos e Bebidas

Fundamentação doutrinátoria

Guias e Colares

Hierarquia na Casa de Umbanda.

Humildade

Jogaram uma carga pesada pra cima de mim

Linha de Esquerda: "Exu e ´Pomba-Gira"

Mediunidade na Umbanda

Mediunidade, um passo de cada vez

Mensagem de Caboclo 7 Flexas

MIRONGA DE PRETO VELHO

NÃO ABANDONES O TEU POSTO DE SERVIÇO

Normas dos terreiros

Nossos Umbigos

O maior inimigo da Umbanda

O pequeno universo do umbandista

O Perdão Não tem Contra-indicação

O templo que vos acolhe

OBRIGAÇÕES NA UMBANDA

Obrigado, vovô

Oração do umbandista

Orixá de Cabeça

Os Caboclos na Lição de Pai João

Os médiuns são Parceiros

Os Orixás se Manifestam em Nós e Através de Nós!

Os perigos e conseqüências da mediunidade mal orientada

Página inicial textos de Umbanda

Clique aqui.


Deste Site


Pai João de Angola
  • Ogum vencedor de Demanda
  • Fundamentos
  • Orações
  • Oxum
  • As pombas giras
  • Maria Padilha
  • Comida de Santo
  • Cosme e Damião
  • Giras de Umbanda
  • Homenagem a Zé Pilintra
  • Xangô senhor da Justiça
  • Yemanjá
  • banho de descarrego
  • Simpatias Diversas
  • Guias Contas e colares
  • Defumações
  • Batismo na Umbanda
  • Conselhos de Preto velhos
  • Escrava Anastácia
  • Marinheros na Umbanda
  • Pai Benedito
  • Homenagem a Tranca Rua
  • Baiano zé do Coco
  • Obá
  • Descarrego de Polvora
  • Ciganos na Umbanda
  • Sara Kali
  • Oxossi
  • Oxumarê
  • Preto-velho na Umbanda
  • Cabocla Jurema
  • Omulu-Obaluaie
  • Altar Virtual
  • Mãe Maria Conga
  • Boiadeiros na Umbanda
  • Descubra seu Orixá
  • Altar Virtual de exu
  • Altar Virtual dos Orixás
  • batizando-na-umbanda
  • Ossãim
  • O que è Caridade
  • Ogum em video
  • Caboclo boiadeiro
  • Ser Médium
  • Pontos e videos de defumação
  • Caboclos na Umbanda
  • Como acontece a Gira
  • reflexão em Videos
  • Conduta moral
  • Anjo da Quarda
  • Curiosidades
  • Intolerância Religiosa
  • Mediunidade
  • Corrente mediunica
  • Orações 2
  • tronqueira
  • Mensagens em slaides
  • Casamento na Umbanda
  • pontos cantados 2
  • Oxalá
  • Sincretismo religioso
  • Caracteristicas dos filhos
  • Altar dos Preto-velhos
  • Exu
  • Umbanda
  • Quimbanda
  • Orações das almas
  • hierarquia na umbanda
  • Livre se da Depressão
  • Reflexões
  • 7 chaves da Felicidade
  • Mensagens Espiritas
  • Tia maria de Minas
  • Minutos de sabedoria
  • Exus e pombas Giras
  • Mensagens de Otimismo e Fé
  • Convite aos Umbandistas
  • 13 de Maio
  • Combatendo o alcoolismo
  • Recomeçar de Novo
  • Superando as Percas
  • Perdoar a si mesmo
  • Decepções
  • Conceito Básico
  • Zumbi dos Palmares
  • Maria Bueno
  • Mini Série Oxum
  • Reconciliação
  • indiferença
  • desencarnar
  • Pontos Mp3 Orixás
  • O Médico dos médicos
  • Livro de Visitas
  • Corrente de Orações
  • Mensagem de Tranca-Rua
  • Conflitos Familiares
  • Amor e Ódio
  • Exu tiriri
  • Um abraço fraterno
  • Prece Aos Caboclos
  • O que Falta na umbanda
  • Mensagem de Vovó Maria Conga
  • Lições de sabedoria
  • Ajudar faz Bem
  • A umbanda que eu amo
  • Preto-velho x Exu
  • Frustrações
  • Batendo cabeça
  • Aprenda a Dizer Não
  • Insatisfação com a Vida
  • Oferenda de Marinheiro
  • Conselhos aos casais
  • Vovó Benta
  • Pai Cipliano
  • O Uso das velas
  • O luxo na Umbanda
  • Salmos Recomendados
  • Yansã
  • Pontos Riscados
  • Como combater a Inveja
  • Nanã de Buroque
  • Pai Guiné
  • Pai Tomé
  • Pai Antônio
  • Prece aos Orixás
  • Altar de Nossa senhora
  • Altar Virtual de Ogum
  • Altar Virtual de Oxum
  • Livro de Visitas 2
  • Ao mestre com carinho
  • Sabedoria de preto-velho
  • Fofocas no terreiro
  • Histórias de Preto velho
  • Aos médiuns da corrente
  • Orixá logum edê
  • História de Vó Cambinda
  • Pai Serafim de Aruanda
  • Pontos Cantados